No Balcão do Quiosque

domingo, 2 de junho de 2013

Constrangedor...





O casal entra na lojinha para comprar chocolates na sexta-feira à tarde, e ele reencontra uma velha conhecida que está trabalhando na loja. Após as habituais perguntas sobre "Como-vai-todo-mundo,"  e algumas lembranças puxadas lá do fundo do baú, a tal conhecida de repente passa a fazer, em público, confissões íntimas e inconfessáveis sobre seu casamento que acabou há anos; vai das infidelidades do ex-marido à depressão que precisou enfrentar 'por culpa de ele tê-la deixado.' 

Passa brevemente pelo trecho do "Ele é mais infeliz agora, até começou a beber"," a fim de fechar seu relato com chave de ouro, ressaltando que ela era bem melhor para ele do que a atual. Enquanto isso, os outros clientes são obrigados a escutar a sua história de vida (a loja é pequena) e o casal, sem nem saber o que responder, limita-se a escutar, engolir em seco e dizer coisas como "Que pena," "Lamento muito" e  "Pois é...". 

Finalmente, o casal encontra uma brecha, uma pausa na qual eles finalmente conseguem desvencilhar-se daquela situação incômoda e constrangedora; despedem-se e saem depressa porta afora, carregando seu saquinho de trufas e 'nhá-bentas.'

Enquanto caminham pela tarde agradávelmente fria, ela pensa no quanto foi feio aquilo que ela acabara de presenciar, aquele despejo emocional em público vindo de uma pessoa que ela mal conhecia e de quem se tornara, inadvertidamente, confidente forçada.  

Algumas coisas deveriam ser comentadas apenas entre amigos mais íntimos, em lugares privados.

11 comentários:

João Esteves disse...

Muito bom, Ana. Lembrou-me a canção de Chico Buarque, Flor da Idade, que a certa altura diz: "A roupa suja da cuja se lava no meio da rua".

✿ chica disse...

Concordo contigo, mas há quem despeje os lixos nos primeiros ouvidos... beijos,chica

renatocinema disse...

Perfeito......sábio.

☆Lu Cavichioli disse...

Sem noção quem faz isso... Mas tem de tudo nessa terra, amiga!

Blogada ótima pra começar a semana e repensar as atitudes!

bacios

Ivone disse...

Sabe Ana,Não gosto de pessoas assim, corto logo o papo sem nenhuma cerimonia!
Bom post, pois abre os olhos de pessoas desavisadas, não se deve mesmo despejar as frustrações em ninguém!
Abraços amiga e boa noite de domingo!

Anne Lieri disse...

O pior é que tem gente que faz exatamente isso!E no Facebook,então?Me desculpem,mas desabafar no Facebook traz uma péssima impressão.Adorei seu texto,Ana!bjs,

O meu pensamento viaja disse...

É falta de pudor ou será doença?
Que aflição, que infelicidade.

Smareis disse...


Olá Marly,

Andei ausentes uns meses e cá eu de volta.
Menina, ainda não conhecia esse seu outro blog, muito bom já está seguindo também.
Adorei a postagem.
Tem pessoas que assim mesmo, não tem disconfiômetro, nem bem conhece a pessoa já vai despejando seus entulhos emocionais em cima. Em segundo consegue dar um relatório completo da sua vida particular.

Adorei!

Beijos!

Brisa Petala disse...

OI querida
Passando para te desejar um feliz fim de semana.
AS vezes as pessoas faz isso mesmo. Um beijinho
Ana

Rabisco disse...

Olá!
Esta é a página do Facebook do meu novo livro de poesia "Em Teus Olhos Seria Vida".
Gostava de poder contar com o teu "gosto" na minha página.
Obrigado!

www.facebook.com/EmTeusOlhosSeriaVida

ou em:

poesiafaclube.com/store/josé-manuel-pereira-"em-teus-olhos-seria-vida"

=)

A VIDA É UM ETERNO APRENDIZADO disse...

Bom dia!
Dias de frio,dias de paz,dias de colo.Assim é a vida cheia de coisas boas.
Que seu dia seja iluminado
beijos se cuida