No Balcão do Quiosque

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Caminhos

Imagem: mobisol.blogspot.com.br

Nem sempre o caminho mais curto
Será o caminho mais perto
Nem sempre o caminho mais fácil
Será o caminho mais certo
Nem sempre o mais transitável
É aquele que é mais aberto.

Dos caminhos, nem sempre
é mais bonito o mais reto
é mais rápido o direto
é mais firme o de concreto.

Dos caminhos, nem sempre
é seguro o mais trilhado
é melhor o mais cantado
é bom o sinalizado.

Nos caminhos
Pergunta a quem já foi lá
Usa tênis confortáveis
(pés nus só em areias molhadas)
(trilhas pedregosas, botas ferradas)
Descansa à sombra da árvore.

Nos caminhos, sempre
Leva um cajado na mão
Na alma, uma visão
No bornal, a refeição
Na mochila, um coração
Na mente, uma oração
Nos lábios, uma canção
Nos olhos, o horizonte
No cantil, água da fonte.

Nos caminhos
Anda em grupo, se possível
Ou aos pares (é incrível)
Mas se preciso, vai só.

E onde não houver caminhos
Abre tua própria trilha
Não construas labirintos
Segue milha após milha
Deixa teu rastro no chão
Pois outros te seguirão.

E ao alcançares a meta
Faz uma celebração
Curta, rápida, discreta
Que outros caminhos virão.

5 comentários:

✿ chica disse...

Lindo,Barcellos. Adorei tua poesia e certamente, SEMPRE haverão de vir caminhos a nos esperar... abração,tudo de bom,chica

Patty disse...

ADOREI, É LINDO.
SABER ESPERAR POR NOVOS CAMINHOS E TRILHAR OS MELHORES SÃO POÉTICOS COMO A VIDA.

ABRAÇSO, E GOSTEI MUITO DA IMAGEM DE ECSHER.
MTO BOA.

PATTY.

Ana Bailune disse...

Maravilhoso, e muito sábio. Não é fácil escolher caminhos, e mais difícil ainda, fazer novas trilhas.

MA FERREIRA disse...

Lindo demais..como sempre...
Amei de ler...como sempre!

☆Lu Cavichioli disse...

A beleza é tanta vinda destes versos que minhas palavras CALAM.

abraço, caríssimo.

Lu