No Balcão do Quiosque

quarta-feira, 1 de maio de 2013

LIVRO CHINÊS







QUANDO MENINO GANHEI UMA MEDALHA NA ESCOLA, COMO PRÊMIO AO ALUNO QUE MELHOR SABIA LER.

SENTI-ME FELIZ E ESTUFEI DE ORGULHO.


QUANDO A AULA TERMINOU VOLTEI PARA CASA CORRENDO, ENTREI NA COZINHA COMO UM FURACÃO.


A VELHA EMPREGADA, QUE ESTAVA CONOSCO HAVIA MUITOS ANOS, OCUPAVA-SE NO FOGÃO.


SEM NADA COMENTAR FUI DIRETO A ELA, DIZENDO-LHE:


- APOSTO QUE SEI LER MELHOR DO QUE VOCÊ, E ESTENDI-LHE O MEU LIVRO DE LEITURA.


ELA INTERROMPEU O SEU TRABALHO E TOMOU O VOLUME. E EXAMINANDO CUIDADOSAMENTE AS PÁGINAS, TERMINOU POR GAGUEJAR:


- BEM, MEU FILHO... EU... EU NÃO SEI LER. FIQUEI ATÔNITO.


SABIA QUE PAPAI ESTAVA EM SEU ESCRITCRIO NAQUELA HORA E VOEI PARA LÁ.


ELE ERGUEU A CABECA QUANDO EU ENTREI, SUANDO, COM O ROSTO EM FOGO E LHE DISSE:


- IMAGINE PAPAI, A MARIA NÃO SABE LER. E É UMA VELHA. EU, QUE AINDA SOU PEQUENO, JÁ GANHEI ATÉ MEDALHA.


OLHE SÓ! (EU ESTUFEI O PEITO PARA FRENTE PARA QUE ELE VISSE O MEU TROFÉU, E COMENTEI):


- DEVE SER HORRÍVEL NÃO SABER LER, NÃO É PAPAI?


COM TODA A TRANQUILIDADE, MEU PAI ERGUEU-SE, FOI ATÉ UMA ESTANTE E VOLTOU DE LÁ COM UM LIVRO.


– LEIA ESTE LIVRO PARA EU VER, MEU FILHO. FOI MARAVILHOSO VOCÊ TER GANHO A MEDALHA. LEIA PARA EU OUVIR.


NÃO TITUBEEI, ABRI O VOLUME E OLHEI PARA O MEU PAI CHEIO DE SURPRESA.


AS PÁGINAS CONTINHAM O QUE PARECIAM SER CENTENAS DE PEQUENOS RABISCOS.


- NÃO POSSO PAPAI. EU NÃO ENTENDO NADA DISTO QUE ESTÁ AQUI.


- É UM LIVRO ESCRITO EM CHINÊS, MEU FILHO...


IMEDIATAMENTE ME LEMBREI DO QUE FIZERA A MARIA E ME SENTI ENVERGONHADO.


PAPAI NÃO DISSE MAIS NADA E EU, PENSATIVO, DEIXEI O LIVRO EM SUA ESCRIVANINHA E SAÍ.


ATÉ AGORA, TODA VEZ QUE ME SINTO TENTADO A GABAR-ME POR QUALQUER COISA QUE TENHA FEITO,


LEMBRO-ME DO QUANTO AINDA ME FALTA APRENDER. E DIGO DE MIM PARA COMIGO:


- NÃO SE ESQUECA DE QUE VOCÊ NÃO SABE LER CHINÊS!
 
 
(Autor desconhecido)

5 comentários:

☆Lu Cavichioli disse...

Êta que essa blogada vem com lição de vida!

Nunca devemos dsfazer dos outros em pré julgamentos desnecessários. Pena que escorreguemos de vez em quando.
Mas vamos aprendendo a respeitar limitações - principalmente as nossas!

Blogada para aplaudir, Patty!
bacios lindeza!

✿ chica disse...

Muito legal e serve pra muita gente, não é? Pra que gabar-se, pra que se exibir? Gostei! beijos,chica

Ana Bailune disse...

Caramba! Quanta gente que eu conheço precisa ler isto!

Patty disse...

OI AMORES.
EU TBM CONHEÇO MUITO SERES INFELIZES, POR ISSO POSTEI, ACHEI MUITO BOM, POIS EM MUITOS FALTAM A HUMILDADE.

BJS A TODOS QUE POR AQUI PASSAREM.

PATTY.

R. R. Barcellos disse...

Há doutores em Literatura que nunca aprenderam a ler no livro da vida. Faltou-lhes um mestre como o pai do autor anônimo desta bela página.

Beijos.