No Balcão do Quiosque

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Pesos e medidas

O que pesa mais?
1 quilo de felicidade ou 1 quilo de tristeza?
1 quilo de falsidade ou 1 quilo de autenticidade?
1 quilo de amor ou 1 quilo de ódio?
1 quilo de honestidade ou 1 quilo de corrupção?
1 quilo de consciência ou 1 quilo de alienação?
1 quilo...1 quilo...1 quilo...
É só 1 quilo...
E a balança é uma balança porque possui 2 pratos vazios
E duas medidas são sem medidas diante do peso da interpretação
Malhas e cercas de burocracias farpadas afastam e enfastiam
O solar idealizador das quimeras temporais

Sou apenas vestígios de uma sombra que pensa pensar com clareza
É melhor não entender pelo tanto que o entender limita
É melhor saber pelo vasto que o saber liberta

6 comentários:

Chica disse...

Lindo e profundo,Leandro! Só quando estamos na situação somos capazes de avaliar os pesos das coisas...Ou na falta delas...abração,tudo de bom,chica

Lu C. disse...

Oi Leandro, esse é um texto bem ao teu estilo:
Reflexivo, entranhável que mexe e remmexe com a alma da gente.

E tudo que escreveu vai de encontro ao comentário da nossa Chica em sua interpretação.

Êta turma porreta que eu tenho!
Meu abraço aos dois queridos!

Lu C. disse...

Ué, cadê o texto da Chica que falava sobre os tempos de escola????

Tão gostoso de ler.;.. Vim comentar, mas cadê o bendito?

Chica, boca no trombone pra vc, amada. Posta o texto de novo.

rsrs

Graça disse...

Alô,
é mesmo:
cadê o texo?
Eu tb vim postar...

Mas falando do seu texto, Leandro, tudo pesa igual, quando se trata de ma´teria, física, mas ai!
Acho q 1 kg de ódio pesa milhões de vezes mais no coração e na alma do que um quilo de amor.
O ser humano tem a triste tendência de supervalorizar o ruim, em detrimento daquilo que é bom, que cura e edifica.
Excelente texto, cara 'porreta'...

neo-orkuteiro disse...

As perguntas são filosóficas, mesmo, embalada em sua literatura que alhures você mesmo definia como insólita, Leandro.
Sou apenas vestígios de uma sombra que pensa pensar com clareza, disse tudo, amigo.
Forte abraço

Lu C. disse...

Entre 1kg de ódio e vestígios de sombra, prefiro pensar com clareza.

Excelentes comentários, Graça e João!
Texto porreta, Leandro!

Turma pra lá de boa (eu já disse isso antes rs).

ultrabeijos pra todos.