No Balcão do Quiosque

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

♥ O livro da nossa vida... ♥



Desde pequeninos vamos sendo tentados a pegar papéis e canetas, lápis coloridos e rabiscar...

Nossas garatujas ficam marcadas e ao exibi las aos mais velhos, estes ficam emocionados ao ver nossos talentos e vêem até um potencial ali naquela folha de papel...

Um pouco mais tarde, vamos pegando o lápis e aprendendo a escrever, desenhar formas, pintar...

Já somos então, capazes de escrever na linha certa e até pintar dentro dos contornos demarcados...

Nos são apresentados os limites, as margens...

Depois, vamos chegando a uma fase em que, se pudéssemos, passaríamos looooooonge dos lápis , cadernos e leituras forçadas...

As folhas ficariam limpas...

Assim é em nossa vida.

Desde pequenos, somos levados a preencher páginas em branco do nosso livro da vida.

Elas estão ali, à nossa frente...

Tudo aquilo que fazemos, são como as palavras que uma a uma vão formando as frases e orações.

Tudo vai ficando registrado na página...

Nossas atitudes mais drásticas, erros, correspondem às páginas onde escrevemos sem tanto capricho, sem cuidado ou atenção.

Tentamos sempre escrever "dentro das linhas", mas nem sempre conseguimos.

Nossa mão é firme, decidida, somos fortes e portanto, muitas vezes teimamos em escrever ao nosso modo, não nos importando com o resultado da "página" que ficará registrada.

Não aceitamos ou nos rebelamos contra qualquer "revisão"...

Finalmente, quando estamos com as atitudes bem decididas, sabemos o que queremos, sabemos onde pretendemos chegar, o nosso foco, ali à nossa frente as páginas em branco são preenchidas com vontade .

Vamos escrevendo com pressa, nos damos conta que há muito para "escrever" e pouco "papel", poucas "folhas " nos restam...

Depois, nossa mão já trêmula, muitas vezes consegue apenas fazer rabiscos, como quando éramos iniciantes na vida, quase como as garatujas dos pequeninhos, como num ciclo.

Assim, vamos tentar usar as nossas "páginas" da melhor forma possível para que quando nossas mãos e escritas já estiverem fracas e trêmulas, que pelo menos possamos ler, olhando as folhas anteriores, bons capítulos de um grande livro cuja capa será escolhida pelo Grande Editor!

chica

* Quase entrando em férias, deixo um abração e minha participação no Quiosque!  Inté fevereiro!  abração,chica

7 comentários:

João Esteves disse...

Que inspirada esta sua página sobre a a escrita e a vida, Chica. Vejo minha vida inteirinha aqui refletida, das garatujas iniciais às de hoje. Beijos.

Maria das Graças Lacerda disse...

Chica,

Querida,

Digo isso agora sem medo de errar, minha amiga: esse teu texto foi o mais lindo e inteiro e completo que já li em todo esse tempo nosso de convivência "bloguística"... E olha que escreves bem!
Fiquei parada, encantada, lendo...uma delícia!
Felizes férias a ti, Chica, e volta bem, ok?
Um abraço enorme, e beijos a todos os teus.

R. R. Barcellos disse...

Boas férias, Chica. Que sejam um capítulo especial deste teu belo livro.
Beijos.

Patty disse...

QUE DELICIA DE LER AS PAGINAS DA VIDA, ISSO ME LEVOU DE VOLTA A INFÃNCIA PARA QUANDO EU COMECEI A IR NA ESCOLA,M EUS PRIMEIROS RABISCOS DE VERDADE SE FORMANDO E PALAVRAS, FRASE, ERA TÃO MÁGICO EU FICAVA TÇÃO ORGULHOSA DE MIM, E AGORA,MAIS AINDA POR PODER LER ESSE TEXTO TÃO LINDO.

MINAH CHICA QUERIDA, ÓTIMAS FÉRIAS E TUDO DE BOM. BJS!

☆Lu Cavichioli disse...

Chica, vc escreveu o prefácio do Livro da Vida!

Ótimo texto - um dos melhores que já escreveu.

baci

Ana Bailune disse...

Linda crônica... pena que borrachas não apagam o livro da vida. Boas férias, Chica!

PERSEVERÂNÇA disse...

Feliz sexta-feira!!!
Abraço fraterno
Nicinha