No Balcão do Quiosque

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Blogosfera Multiperfil

João Ricardo de Souza Silva...

Esse é o nome completo e fictício do nosso herói.

Para alguns, ele é o João de Souza. Para outros...sobrou Ricardo Silva, embora ainda guarde no estoque o João Ricardo, o Souza Silva, o João Silva e finalmente o Ricardo de Souza. Mas os perfis utilizados eram o João de Souza e o Ricardo Silva.

Eu era amigo do João de Souza.
Sujeito de opiniões políticas e humanísticas, João era um bom papo. Trocávamos muitas informações a respeito de nossos países, nossos diferentes cotidianos. Sim, João era de outro país, era do país imaginário de Portoganso. Mas tínhamos uma relação saudável... de trocas de fotos, trocas de informações sobre nossas famílias, qual foi a programação do fim de semana...essas coisas. Era bem legal.

...E João de Souza também era Ricardo Silva.
Sujeito quieto e na dele, Ricardo não se metia com assuntos opinativos. Gostava mesmo era de fotografar. E como fotografava...Minha relação com Ricardo era bem discreta.
Embora eles fossem um só, João e Ricardo lidavam comigo de maneiras distintas. Ricardo nunca gostava de muito papo, já o João...esse era um papo quase diário.

Um dia descobri que João de Souza e Ricardo Silva eram na verdade, o João Ricardo. Os dois eram perfis diferentes do mesmo cidadão.
Estranhei um pouco, mas acabei me acostumando com a situação e continuei lidando com meu amigo João de Souza, o homem das "opiniões".

Um belo dia João falou-me que estava cansado da bloga. Estava dando atenção demasiada à blogosfera, em detrimento de sua família. Concordei com ele e resolvemos diminuir nossos ritmos. Nossas conversas foram reduzindo, reduzindo, reduzindo...quase já não nos falávamos. Meu amigo estava distante e eu respeitava a sua decisão. Não há nada mais importante do que nossa família.

Certa vez, passaretando pela web, fui surpreendido por grande atividade blogosférica de Ricardo Silva. O homem de poucas palavras e muitas fotos, havia se transformado num homem de opiniões, de muitos verbos.

Juro que não teria me desapontado, se essa atividade tivesse sido coisa recente...mas a verdade foi que apenas o meu amigo João de Souza havia parado. O cidadão João Ricardo havia continuado, e com ele todos os seus amigos de Portoganso...todos, menos eu.

Meu amigo havia sido silenciado, assim como nossa amizade.

A bloga é assim mesmo. Aqui se faz, aqui se aprende, mas "aqui" está longe de substituir o aperto de mão, o abraço apertado, o beijo no rosto, o sorriso sincero. A blogosfera é um lugar virtual, de amizades virtuais...de multiperfis. Não esperemos mais do que ela possa nos dar.

Nosso desafio aqui, não é descobrir os perfis das pessoas, mas sim a pessoa por trás dos perfis.

A solução é ficar atento. Só assim você conseguirá enxergar todas as faces , "dessa" ou de qualquer outra "figura".

Eu sou Marcos Santos. O mesmo da foto 3x4 que aparece sorrindo quando comento em seu blog.

5 comentários:

Lu Cavichioli disse...

Genial Marcos!

Esse texto é um espelho, pelo menos eu vi muitas faces nele. Algumas já apagadas onde se vê apenas o contorno. Outras meio nebulosas onde a expressão já gasta, anuncia um rosto "quase" sem face, e outras ainda, que te sorriem e você acha que está tudo bem e que gostam de você mas na verdade é mera ilusão.

Eu procuro ser eu mesma em tudo. Já conheci amigos virtuais que se tornaram reais e o são até hoje.

Mas o que fica, é a idéia de que você não agrada a todos (nem poderia), porque há muitos joões e ricardos na esfera global e todos sempre serão cabeças individuais que pensam muito diferente do que se imagina.

Valeu a pena esperar pela fornada.
Aqui, todo dia tem pastel quentinho.
bjão!

12 de Junho de 2009 15:08

Postar um comentário

Ramosforest.Environment disse...

É isso aí.
Multifacético, emblemático, dramático, cômico, sério, irreverente.
Não sei a qualidade de quem escreve, mas sei que quem escreve é o Marcos.
Quem é Marcos? É simplesmente o Marcos, o pai, o marido, um sujeito complexo, é simples, que já mergulhou nas águas em praia fundo da Baia da Guanabara para "pescar" um "pé de pato".Foi assim que eu o conheci.
É só isso. Esse é o Marcos que eu conheço.
Só gostaria que ele fosse sempre meu amigo.
Luiz Ramos

Lu Cavichioli disse...

Luiz, vocm é mesmo uma pessoa que surpreende.

Seu comentário daria outra crônica.
Nossa, isso aqui tá bom demais.
Bj aos dois amigos

tita coelho disse...

As várias faces... Como na imagem, de uma se fazem algumas. Na internet é interessante, alguns se mostram de uma maneira que na verdade não são...Poderiam estar interpretando? Sabe - se lá! Mas alguns se mostram como são de verdade, e isso é muito legal!
Eu sempre digo... Se a blogosfera fosse tão politicamente correta como todos mostram e tão correta... O mundo seria um lugar melhor de se viver!
Abraço

Chica disse...

ENTÃO,MARCOS, MUITO PRAZER...EU SOU A CHICA, QUE SE ESCONDE ATRÁS DE UMA JOANINHA, QUANDO APARECE POR LÁ,RSRSSR...
MUITO LEGAL!ABRAÇÃO,CHICA