No Balcão do Quiosque

domingo, 9 de janeiro de 2011

Duplo Sentido



Do alto da escada rolante e o vi, era lindo!
Finalmente eu o encontrara depois de uma incansável procura. Todos o olhavam, mas não como eu, pois estava enfeitiçada.

A escada rolava em direção ao piso térreo e eu não me dava conta disso, era como se estivesse flutuando e fosse descer exatamente onde ele estava.

Curiosamente ele também me olhava. Parecíamos feitos um para o outro, e que ao nascer ele já esperava por mim.
Tinha um brilho especial e as pessoas o tocavam levemente. Que ciúme!

Eu continuava a descer... Quando enfim coloquei meus pés no térreo meu olhar estancou. Estava mais perto agora. Meu coração disparou e senti calafrios. Já meio sem forças percebi que ele estava mais perto e seu brilho me atraia descaradamente.
Sem tardar eu o toquei. Seu coração funcionava perfeitamente e ao menor toque ouvi sua voz.

A boca se abriu e eu pude ver seu interior, seus músculos e nervos, todos reluziam. Sua pele metálica era fascinante.
Finalmente ele me abraçou e pude sentir toda sua maciez e aconchego, percebendo que dali em diante seríamos inseparáveis.

Eu e meu automóvel!

by Lu Cavichioli

9 comentários:

Milene Lima disse...

Menina, eu comecei a ficar brava aqui porque as pessoas estavam tocando nele, lhe causando ciúmes! E não é que a senhora conseguiu me enganar direitinho?

O amor dedicado ao automóvel decerto traz menos risco de dissabor do que o que dedicamos aos seres insensíveis chamados homens! Certamente!

Beijos, querida conselheira de mim!

R. R. Barcellos disse...

- Este ser insensível aqui sente-se na obrigação de revidar.
- Mulheres... trocam de amores como quem troca de carro! E ainda acham que temos garantia, "recall", revisões gratuitas...
- Acho que vou comprar uma perua de segunda mão...
- Brincadeira, Lu. Belo texto. Abraços.

Leonel disse...

Quem diria...um bonito e inocente texto sobre a paixão humana pelos automóveis acabou gerando polêmica!
A Milene anda meio zangada com os homens!
Mais uma pincelada de criatividade, Lu!
Abraços!

Lu Cavichioli disse...

Oi Miloca, realmente de início parece que estou perdidamente "xonada" por desses astros de Holywood... Dá mesmo pra levar o pessoal no bico(como dizia meu pai) rs...

Mas... Ufa, que bom áque existem outras paixões. E olha que essa paixão foi verídica, eu era tão jovem, tão sonhadora e já adorava dirigir e foi aí então que tive meu primeiro abraço metálico!

bjka

Lu Cavichioli disse...

kkkkkkk ai Rodolfo, vc é uma figura! Compra perua de segunda mão não, pega logo uma máquina! rsrs
Valeu, querido, pela leitura e seu bom humor infalivel.

beijão

Lu Cavichioli disse...

Oi Leonel, pois é, vc observou bem... Polêmica na área! Mas assim que é legal né meu neo amigo, é o espírito do Quiosque.

Obrigada pela leitura e seu coment cool!

beijão

Dulce disse...

Pois é, Lu, achei que você estivesse frente a frente com Richard Gere, nas escadas rolantes daquele shopping do "Shall we dance?", com botão de rosa vermelha na mão e tudo... rs... Mas um bom carro também costuma despertar paixões, né, não?... rs...
Adorei!.
Beijos

Lu Cavichioli disse...

Olha Dulce que essa idéia não seria de todo má kkkk, eu tenho essa foto e é de fazer a gente desmaiar! rs
Pois é... um carro, ainda mais o primeiro de nossas vidas, faz a gente tremer na base tb.

Obrigada minha linda pela leitura e trazer a baila o charme de Gere.

super beijo com carinho

Lu

Regiane "Carrie" Alencar disse...

Pelo título já dava pra ver q não seria uma pessoa rs.
Mas tb não esperava q seria um automóvel rs. Adorei!